terça-feira, agosto 30, 2005

Papae e filho malhado fazendo a festa na sauna

Depois que eu e meu pai nos tornamos amantes, conforme narrei no conto “Malhação”, fomos uma noite a uma sauna gay, pois eu queria transar com meu pai na frente de muita gente. Me dá um tesão enorme ver as pessoas batendo punheta ao nos ver transar.
Fomos a uma sauna 24h na Frei Caneca, em São Paulo, quando já passava das 22h00. Entramos, tiramos nossas roupas e nos dirigimos ao chuveiro, onde, já de paus duros, chamamos muita atenção devido aos nossos corpos perfeitos e nossas rolas bem dotadas. Enquanto nos banhávamos e mexíamos em nossos paus, vários homens muito interessantes ficaram por perto olhando ou fingindo tomar banho também.
Entramos na sauna seca e nos sentamos no banco de baixo, lado a lado. Os homens foram entrando. Três sentaram-se atrás de nós, dois ao nosso lado e mais quatro ficaram em pé, nos olhando. Eu e papai ficamos nos masturbando, o que foi correspondido por todos, que também tocaram em seus paus duros. Peguei no pau de papai e ele pegou no meu, ao mesmo tempo em que começamos a nos beijar. Gemidos e aumento do som das mãos tocando punhetas invadiram a sauna seca.
Após um bom período assim, levantei-me e fiz papai recostar-se, tocando as costas nas pernas abertas do homem que estava bem atrás dele. Subi no primeiro degrau da sauna, com uma perna de cada lado de papai e fui descendo, até meu cu encontrar o pau dele. Comecei a cavalgar papai e, depois, voltamos a nos beijar, abraçados. Visivelmente, nossas línguas se cruzavam num beijo longo, intenso, profundo, cheio de tesão. Algumas mãos tocavam nossos corpos, nossas faces, o meu pau. Alguém passou a mão na minha bunda para se certificar de que eu estava sendo realmente comido ali na frente de todos. Uma voz soou audível para todos: “Puta que pariu! O cara tá mesmo com a rola toda dentro do cu!” Um deles teve coragem de colocar o pau entre a boca de papai e a minha, o que nos fez passar nossas línguas por toda a extensão daquela rola gostosa. Aí outro cara, visto que nós correspondíamos aos toques, ofereceu a rola pelo outro lado. Abocachei uma e papai abocanhou a outra. As masturbações e os gemidos aumentaram. Ficamos rodeados de rolas duras sendo masturbadas.
Quando o cara que eu chupava tirou o pau da minha boca, intensificou a punheta e os gemidos e gozou na nossa cara, papai falou bem alto: “Isso, meu, dá um banho de porra na gente!” A esporrada em cima de nós por esse primeiro homem motivou os outros a fazerem o mesmo. Gemendo alto e dizendo muita sacanagem, todos os homens presentes – os nove que entraram com a gente e mais dois que entraram depois e ficaram por ali se punhetando também – iniciaram uma sucessão de gozos em cima de nós, dando-nos um banho de porra como nunca havíamos visto antes, nem mesmo em filmes de orgia gay. Veio porra de tudo quanto era lado. Uma cabeça colocada entre eu e meu pai abocanhou minha rola melada e me chupou até eu gozar. Enquanto eu gozava, senti o pau de papai pulsar repetidamente dentro de mim. A expressão no rosto cheio de porra de papai indicava que ele também estava gozando.
Foram saindo um a um. Finalmente, levantei-me, tirando o pau gozado de papai de dentro do meu cu e fomos para o chuveiro. Alguns homens ainda estavam por ali, se banhando. Entramos debaixo da ducha e começamos a nos lavar. Eu esfreguei papai até tirar toda a porra de seu corpo e ele fez o mesmo comigo. Quando abaixou-se para lavar as minhas pernas, começou a chupar meu pau que ainda estava duro. Chupava com tanta vontade e volúpia, que mais dois se juntaram a nós e ele passou a chupá-los alternadamente, chamando a atenção dos que passavam e dos que estavam nos vendo do bar através do vidro. Quando novamente gozei, agora na boca de papai, ele levantou-se e deu-me a língua cheia de porra para chupar, fazendo-me beber a minha gala em sua boca e provocando gemidos e gozos de outros homens. Terminamos o banho e fomos nos vestir para ir embora. Vários homens passavam por nós, olhando com desejo, talvez imaginando no íntimo que gostariam de transar a sós conosco. Já na casa de papai, a lembrança do que havíamos feito na sauna nos encheu de tesão novamente, obrigando-me a meter a vara no cu de papai, que, de quatro, rebolava gostoso e me dizia sacanagens que aumentavam ainda mais o meu tesão. Só depois que eu gozei no cu dele e ele na minha boca é que conseguimos dormir, exaustos e satisfeitos, abraçados, eu com a cabeça recostada em seu peito liso e bem torneado.

15 Comments:

At 12:32 PM, Anonymous Anônimo said...

Adoro esse conto! Faz mais desses por favor!!!

 
At 5:35 PM, Anonymous Anônimo said...

TENHO 48 ANOSA TENHO 3 fILHOS DE 30, 27 e 16 EU E MEU FILHO MAIS NOVO TRANSAMOS DESDE QUE ELE TINHA 14 ANOS JA TENTEI PARAR COM ISTO MAS NAO CONSIGO

 
At 11:44 AM, Anonymous Anônimo said...

adorei, á se eu tivesse um pai sarado ou um irmão sarado ia fazer a mesma coisa!

 
At 7:31 PM, Anonymous Anônimo said...

gostaria ser contactado por homens com experiencia incestuosas, obrigado, sou Gustavo, correio: soyguineo28@yahoo.com

 
At 11:47 PM, Anonymous Anônimo said...

Voces sao uns doentes depois dizem que isso e normal? ta louco cara,uma coisa e sair com uma pessoa,outra e sair com seu pai,fora que esse rapazinho ai em cima diz que ja saiu com o filho de 14 anos que tem 16 hoje,meu deus cara va procurar Deus que e,melhor

 
At 11:16 AM, Anonymous KAKO SAFADO said...

DELICIA DAR O CU PARA PAPAI,DOU PARA SEU PAU GROSSO,ADORO QUANDO ENCHE MEU CU COM SUA PORRA.TENHO 40 ELE 64

 
At 10:31 AM, Anonymous Anônimo said...

Pedofilia é crime previsto por lei,
gosto muito de contos e até mesmo de sexo mais esploração da imagem de crianças e adolescentes isso eu não concordo!
achei o blog muito legal mais acho que ele faz apologia a pedofilia, porque mesmo se uma criança ou adolescente concordar com isso,continua sendo pedofilia..

Um abraço,

 
At 2:23 AM, Anonymous Anônimo said...

no meu ponto de vista foi bom

 
At 7:57 AM, Anonymous Anônimo said...

adorei ,pois tenho 38 anos nao tive a mesma esperiençia que vc. mas ja transei com meu 3 irmaos. so te uma coisa meus amigos sao todo de maior e todos casados.isto aconteceu a uns 6 meses foi maravirloso.

 
At 4:44 PM, Anonymous Anônimo said...

foi bom .me adicionem no facebook felipe_mcardeal@hotmail.com abraço pros guris

 
At 11:50 PM, Anonymous Anônimo said...

Gostosos!
Tanta porra misturada, não dá medo do HIV?
Tô fora.

 
At 6:50 PM, Anonymous Anônimo said...

Prefiro acreditar que tudo isso nao passa de fantasias,invenções de pessoas que perderam a logica do que e uma familia e a importnacia que tem isso em nossa vida,pois,o sucesso do homem depende de sua base familiar.Tanta gente pra fazer sexo,por que tem que ser com alguem da familia?Sou de cabeça aberta mas isso,nunca vou aceitar.

 
At 6:53 PM, Anonymous Anônimo said...

Nao sou um fanatico religioso longe de mim ser isso.Mas, creio em Deus e isso nao e certo.

 
At 5:00 PM, Anonymous Anônimo said...

Tenho 20 anos e procuro um paizao, um cara mais velho q curta incesto e queira ser meu pai. Me add isacanetta@hotmail.com.

 
At 2:30 PM, Anonymous Anônimo said...

adorei, tenho 18 anos e transo com meu cunhado, casado com minha irmã desde 14 anos, ele sabe me comer gostoso, mas sempre tive tara no meu pai, mas sempre tive receio ele é muito bravo.

 

Postar um comentário

<< Home